Descubra como enfrentar os modismos pediátricos usando medicina baseada em evidências científicas.

Todo dia um mito novo para combater

Modismos sem base científica (mas com muito apelo mercantil) não são nenhuma novidade. Nos anos 50 o “melhor substituto do leite materno” era o leite condensado. Nos anos 90 a criança só teria apetite se tomasse Biotônico Fontoura. Nos anos 2000, a domperidona para o refluxo.

E agora, com o conhecimento médico crescendo em um ritmo exponencial, pensamos “a era da informação não vai mais permitir esses mitos”.

Mas então descobrimos que na verdade, essa pode ser a era da DESINFORMAÇÃO.

Onde qualquer sintoma pode ser considerado alergia: do nariz escorrendo até a brotoeja. 

Exames sem indicação científica sendo solicitados. Exames extremamente necessários, sendo ignorados.  

Protocolos baseados em "vozes da minha cabeça".

E os piores, os charlatões e seus métodos mirabolantes.

O que te espera no evento:

Descubra como enfrentar os modismos pediátricos usando medicina baseada em evidências científicas.

Aprenda a ter um raciocínio clínico à prova de erros.

Transmita autoridade para famílias e colegas.

Domine as 7 maiores queixas da gastropediatria.

Atualize-se com medicina raiz baseada em evidências científicas.

Conheça suas mentoras:

Dra. Angélica Nau

CRM/SC 20026

 A Dra. Angélica é médica graduada pela Universidade Federal de Santa Catarina, recebeu Mérito Acadêmico como aluna com melhor desempenho da turma. Concluiu sua Residência Médica em Pediatria em 2017 e em Gastroenterologia Pediátrica em 2019, ambas pelo Hospital Pequeno Príncipe (Curitiba). 

Tem título de especialista em Gastroenterologia Pediátrica pela SBP.

Estagiou no maior serviço de Gastropediatria dos EUA: Cincinnati Children ‘s Hospital. Atuou como Professora e Coordenadora do curso de Medicina da Universidade Estácio de Sá – Idomed – Jaraguá do Sul. Atua em consultório próprio exclusivamente particular.

Dra. Mariana Deboni

CRM/SP 143451

A Dra. Mariana se formou em medicina no ano de 2003 pela UNIRIO. Realizou sua residência em pediatria e gastroenterologia pediátrica na UFRJ.

Ingressou na gastroenterologia pediátrica em 2006. Desde 2010 atua exclusivamente na área de consultório privado e na Unidade de Gastroenterologia Pediátrica do Instituto da Criança da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Complexo HC – Hospital das Clínicas). 

É coordenadora do ambulatório de doença inflamatória intestinal do Instituto da Criança da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP.

×